Como os olhos são afetados pela Covid-19

homem em camisa branca de gola redonda

Um dos sintomas da Covid-19, embora incomum, pode ser a conjuntivite. A doença pode causar irritação, vermelhidão e comichão nos olhos, feridas e escamação com crostas na pele em redor dos olhos.

Dos quase 56.000 casos confirmados na China, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reporta a conjuntivite como um sintoma presente em 0,8% dos pacientes com Covid-19. No entanto, ela pode também ocorrer juntamente com condições mais comuns como constipações ou gripe, por isso é importante não assumir o coronavírus como culpado.

Embora não seja um método comum de infeção, acredita-se que o coronavírus pode entrar através dos olhos. Gotas líquidas presentes no ar podem transferir o vírus através dos globo ocular. Estas partículas respiratórias são expelidas quando uma pessoa infectada tosse ou espirra.

Isto acontece mais frequentemente quando duas pessoas estão a uma distância de 1 metro ou menos, de acordo com a OMS. A utilização de óculos de óptica ou de sol pode criar uma barreira contra a entrada do vírus vindo de um ângulo direto, afirmam alguns oftalmologistas. A forma mais comum de propagação do vírus é através da inspiração dessas gotículas pelo nariz ou boca.

O vírus pode também entrar nos olhos através do contato físico, geralmente através das mãos. Tocar num objeto contaminado pode transferir o vírus para as suas mãos, que é de seguida transferido para os seus olhos, nariz e boca após tocar na sua cara. Isto destaca a importância de lavar vigorosamente as mãos e mantê-las longe da sua cara.