Problemas de visão que podem te impedir de dirigir

Enxergar bem é uma capacidade essencial para quem quer dirigir, pois ajuda a manter a segurança do motorista e de todos os utilizadores da via pública. Por essa razão, o teste de visão é um dos fatores mais importantes na hora de avaliar se alguém está apto para tirar a carteira de motorista.

No entanto, existem muitas outras capacidades que também precisam ser testadas, como a audição, a velocidade de raciocínio e a liberdade de movimentos, com ou sem próteses, por exemplo.

Assim, como não existe uma idade fixa para deixar de conduzir, é muito importante fazer regularmente os exames de Aptidão Física e Mental e Avaliação Psicológica, que precisam ser feitos a cada 5 anos até aos 65 anos, e a cada 3 anos, depois dessa idade.

Já o exame de vista deve ser feito todos os anos por um oftalmologista, não obrigatoriamente do Detran, para identificar se existem pequenos problemas de miopia ou hipermetropia que precisem ser corrigidos com o uso de óculos.

A catarata é um problema de visão muito comum após os 65 anos que diminui bastante a capacidade de enxergar corretamente, aumentando o risco de acidentes de trânsito, mesmo que exista catarata em apenas um dos olhos.


Além disso, a opacidade do cristalino do olho torna a pessoa menos sensível ao contraste das cores e aumenta o tempo de recuperação após o ofuscamento. Após a cirurgia, a visão pode ser recuperada na maioria dos casos e, por isso, a pessoa pode voltar a fazer os exames e ser aprovada para renovar a CNH.

O glaucoma provoca a perda de fibras nervosas da retina, o que pode fazer com que o campo visual fique bastante diminuído. Quando isso acontece, existe maior dificuldade de enxergar objetos que se encontram ao redor do carro, como ciclistas, pedestres ou outros carros, dificultando a direção de condução e aumentando o risco de acidentes.

A degeneração da retina é mais comum após os 50 anos e, quando acontece, provoca uma gradual perda de visão que pode se manifestar como o surgimento de uma mancha na região central do campo de visão e distorção da imagem observada.

A retinopatia é uma das principais complicações de pessoas com diabetes que não fazem o tratamento indicado pelo médico. Esta doença pode causar a diminuição da visão e até causar cegueira, se não for tratada.

Dessa forma, dependendo do grau da retinopatia, a doença pode impedir definitivamente a pessoa de conduzir.

Fonte: Tua Saúde
Imagem: unsplash.com