6 sinais de que você precisa ir ao oftalmologista o mais rápido possível

Você sabe se é hora da sua próxima visita ao seu oftalmologista? Listamos algumas situações para te guiar e se alguma das seguintes situações se aplicar a você, marque uma consulta!

1. Já faz mais de um ano desde o seu último exame

Você deve visitar seu oftalmologista e renovar os exames anualmente. Esta é a melhor maneira de continuar enxergando com maior clareza e proteção contra doenças oculares que podem atrapalhar sua visão.

 

2. Você sofre com dores de cabeça

Dor latejante, especialmente por trás dos olhos ou sobrancelhas, é um sinal revelador de que você está tendo problemas para enxergar ou se concentrar. A fadiga ocular digital, comumente causada pela luz azul emitida pelo celular e computadores, também pode dar dor de cabeça, aborde isso com seu oftalmologista. Ele pode recomendar lentes especiais para ajudar a reduzir sua exposição e dar dicas para evitar a dor.

 

3. Seus olhos doem

Não ignore este sintoma. A dor aguda ou latejante que não desaparece é um sinal de que seu olho está inflamado e que algo provavelmente está acontecendo.

 

4. Seus olhos estão vermelhos e inchados

Isso é um sinal de conjuntivite . Seus olhos também podem queimar ou coçar, ficar sensível à luz ou ter secreção. Esses problemas podem ser causados por uma infecção viral ou bacteriana, bem como alérgenos, mas você precisará de um oftalmologista para determinar o diagnóstico.

 

5. Você percebe manchas ou flashes de luz estranhos

Vendo pequenas manchas escuras ou faixas onduladas de vez em quando geralmente não é um grande problema, especialmente se elas aparecerem depois de olhar para algo brilhante, mas você deve consultar seu oftalmologista o mais rápido possível se, de repente, começar a ver muitas manchas ou se elas estiverem acompanhadas de flashes de luz.

 

 

6. Sua visão varia

Você está vendo claramente em um minuto e embaçado no próximo? Essas flutuações da visão podem ser causadas por olho seco, astigmatismo não corrigido (uma curva irregular na córnea que afeta a forma como a luz é refratada), ou mesmo diabetes não tratada.

 

 

Fonte: IG