Entenda quais são os tipos de conjuntivite.

Conjuntivite é a inflamação da membrana externa do globo ocular, mais conhecido como o branco dos olhos, e no interior das pálpebras. Os principais sintomas da conjuntivite são vermelhidão nos olhos, coceira e olhos lacrimejantes.

 

Em geral a conjuntivite ataca os dois olhos, dura até 15 dias e não costuma deixar sequelas.

 

A conjuntivite pode ser dividida em três tipos:

 ·         Infecciosa

É o tipo mais comum e está na categoria de conjuntivite contagiosa, ou seja, é possível passar para outras pessoas pelo contato com as secreções oculares e também através de tosse e espirro do paciente infectado.

 

Ela pode atingir um ou os dois olhos e, na maioria das vezes seus sintomas são: lacrimejamento, sensação de areia nos olhos, secreção (clara ou amarelada) e olhos vermelhos.

 

A conjuntivite infecciosa também pode ser divida em outros dois tipos, a bacteriana e a fúngica.

 

A conjuntivite bacteriana não é tão comum quanto a viral, mas pode ser mais perigosa. Ela é transmitida através do contato pessoal com a bactéria. Portanto, se a pessoa encostar nos olhos ou em algum local contaminado, ela será infectada.

 

Já a conjuntivite fúngica é a mais rara entre todos os tipos, ela ocorre quando uma pessoa machuca os olhos com madeira. Por ser muito difícil de tratar, a conjuntivite fúngica pode causar complicações permanentes na visão.

 

 

·         Alérgica

A conjuntivite alérgica é decorrente de alergia principalmente por ácaro e pólen e não são contagiosas. Os principais sintomas são olhos vermelhos, inchaço e coceira ocular.

 

Há quatro formas de conjuntivite alérgica:

 

Sazonal: Geralmente associada à rinite ou asma, que é a mais comum.

 

Ceratoconjuntivite atópica: É associada à dermatite atópica.

 

Conjuntivite primaveril: Se inicia na infância e pode se estender até os 15 anos.

 

Conjuntivite papilar gigante: Associada comumente ao uso de lentes de contato.

 

 ·         Tóxica

A conjuntivite tóxica ocorre quando os olhos entram em contato direto com algum produto químico como produtos de limpeza, shampoos, venenos agrícolas ou inseticida.

 

Esse tipo de conjuntivite também é bastante raro, porém muito perigoso. Quando não tratado da forma correta pode trazer complicações para visão.

 

 

Os sintomas entre os tipos de conjuntivite são muito semelhantes, portanto, a melhor forma de diferenciar a conjuntivite é através da forma de contágio.

Além disso, é essencial procurar um especialista, para que ele possa indicar o tratamento específico.

Quanto antes o tratamento for iniciado, menores serão as chances de complicações sérias.

 

 

Fonte: Minhavida.com.br