O que é fotofobia e quais as causas

 

A fotofobia ou, como é mais conhecida, a sensibilidade à luz é uma condição em que a pessoa não consegue olhar diretamente para luz ou ficar em ambientes muito claros, pois sentem seus olhos sendo agredidos pela luz.

Fotofobia não é uma doença, mas sim um sintoma de diversas outras condições. Este sintoma está associado a várias condições diferentes, desde pequenas irritações até graves emergências médicas.

A sensibilidade à luz pode ser um sintoma de doenças que não afetam diretamente os olhos, tais como aquelas causadas por vírus ou então enxaqueca.

 

Os casos leves podem fazer o paciente olhar para baixo ou cerrar os olhos em uma sala bem iluminada, já nos casos mais graves, essa condição provoca dor  quando os olhos estão expostos a quase qualquer tipo de luz.

Pessoas com olhos de cor clara podem experimentar fotofobia com mais frequência, uma vez que os pigmentos dos olhos ajudam a proteger da luz forte. Dessa forma, quando menos pigmento têm os olhos, maiores as chances de agressão e sensibilidade.

Causas oculares de fotofobia:

 

·         Olhos secos;

 

·         Doenças da córnea;

·         Uveíte;

·         Conjuntivite;

·         Inflamação da íris;

·         Astenopia;

·         Ceratoconjuntivite;

·         Doenças da retina ou vítreo;

·         Neurite óptica;

·         Papiledema;

·         Abrasão da córnea;

·         Doença, lesão ou infecção nos olhos.

 

 

Causas não oculares relacionadas à fotofobia:

·         Enxaqueca;

·         Blefaroespasmo;

·         Depressão;

·         Lesão na cabeça;

·         Meningite;

·         Tumores hipofisários;

·         Hemorragia subaracnoidea;

·         Albinismo;

·         Uso excessivo ou inadequado de lentes de contato;

·         Intoxicação por mercúrio;

·         Botulismo.

 

No geral, pessoas com condições como albinismo ou olhos claros terão fotofobia normalmente, devendo tomar cuidados como o uso de óculos de sol. No entanto, quando a fotofobia está relacionada e outros episódios, como uma lesão na cabeça, ou é constante e causa dor, o ideal é buscar ajuda.

 

O melhor tratamento para fotofobia é descobrir o que está por trás do sintoma. Uma vez que se sabe a causa, o tratamento fará com que o sintoma desapareça na maioria dos casos.

Se você é naturalmente mais sensível à luz, tente evitar lugares muito iluminados e use óculos de sol com proteção contra os raios UV sempre que possível.

A manutenção das lentes de contato também é essencial para evitar a fotofobia. Faça a higiene adequada das lentes todos os dias e evite usá-las durante muitas horas seguidas.

 

 

Fonte: Minhavida.com.br